Pôr a Mão no Fogo – Origem e Significado

A origem da expressão popular “pôr a mão no fogo” deu-se na Idade Média, durante o período da Inquisição Medieval. A Inquisição era uma forma da Igreja Católica Apostólica Romana manter a população sob controle, através do medo. Uma das formas de tortura para suprimir a heresia consistia em fazer o acusado a amarrar uma espécie de tocha de ferro em sua mão – com um tecido encharcado numa cera inflamável -, causando o derretimento da cera e o aquecimento e inflamação do tecido na pele do réu. Três dias após a tortura, a mão do réu era verificada por juízes e testemunhas que presenciavam o ato irracional à procura de alguma lesão. Caso alguma lesão fosse encontrada, a Inquisição determinava que o acusado não teve proteção divina e deveria ser morto; caso contrário, subentendia-se que o acusado confiou cegamente numa proteção divina e saiu ileso, através de sua fé. Daí a expressão: “Pôr a mão no fogo”, ou seja, confiar cegamente em alguém (ou alguma coisa), sem preocupações ou receios em ser ludibriado.

Pôr a Mão no Fogo
Pôr a Mão no Fogo
Anúncios

Drible da Vaca – Origem e Significado

A origem da expressão popular futebolística “drible da vaca” deu-se em partidas de futebol ocorridas em fazendas. Na falta de um campo real, campos improvisados eram utilizados para uma partida de futebol – geralmente, em pastos de gado. Frequentemente, vacas invadiam o gramado improvisado, fazendo com que os jogadores tivessem que se esquivar de seus adversários e dos animais que surgiam. Para desviarem-se dos animais, jogavam a bola para um lado e corriam para o outro, esperando confundir os quadrúpedes. Daí a expressão: “Drible da vaca”, ou seja, jogar a bola para um lado do adversário e correr para o outro, de forma que a bola seja alcançada e a jogada prosseguida.

Drible da Vaca
Drible da Vaca

Dar na Telha – Origem e Significado

A origem da expressão popular “dar na telha” deu-se pela analogia entre a anatomia do corpo humano e a anatomia de uma casa. Numa casa, o ponto mais alto é geralmente o seu telhado. No corpo humano, o ponto mais alto é a cabeça. Segundo o professor Ari Riboldi, telha, numa linguagem informal, pode significar cabeça ou mente. Além do significado informal, o professor afirma que testu, em latim, significa barro cozido, argila ou telha; testu posteriormente originou a palavra testa, designando um vaso de barro cozido.  Sabe-se, também, que testa designa a caixa craniana que protege o cérebro humano. Daí a expressão: “Dar na telha”, ou seja, ocorrer um pensamento, imaginação ou sentimento momentâneo.

Dar na Telha
Dar na Telha

Fumar como um Cavalo – Origem e Significado

A origem da expressão popular “fumar como um cavalo” deu-se pelo grande volume de propagandas de cigarros (quando ainda permitidas) com a presença de cavalos. Dentre as diversas marcas de cigarro, a Marlboro foi a que mais explorou a imagem dos animais em suas propagandas, tornando-os, ao menos num mundo imaginário, nos maiores fumantes passivos existentes – de 1954 a 1999, diversas propagandas da marca, com a presença de um cowboy cavalgando num cenário árido, foram massivamente veiculadas. Daí a expressão: “Fumar como um cavalo”, ou seja, fumar excessivamente.

Fumar como um Cavalo
Fumar como um Cavalo

Imagem por SHADE, devianART.

Será o Benedito – Origem e Significado

A origem da expressão popular “será o Benedito” deu-se durante a década de 1930 em Minas Gerais. O presidente Getúlio Vargas, após meses de análises, não decidia quem seria o governador do estado. O tempo decorrido, gerou, naturalmente, uma inquietação entre os inimigos políticos de um dos candidatos ao cargo, cujo nome era Benedito Valadares. Constantemente, perguntavam: Será o Benedito interventor de Minas Gerais?  Daí a expressão: “Será o Benedito”, ou seja, expressar-se por situações inesperadas ou indesejáveis.

Será o Benedito
Será o Benedito

Olha o Passarinho – Origem e Significado

A origem da expressão popular “olha o passarinho” deu-se durante os primeiros anos após a invenção da máquina fotográfica – século XIX. Quando o aparelho foi inventado, era necessário que as pessoas ficassem minutos olhando fixamente para a lente da câmera, devido ao tempo gasto para o fixamento da imagem. Para reter a atenção das pessoas – geralmente crianças – os fotógrafos colocavam uma gaiola com passarinhos acima da máquina e diziam constantemente a famosa frase. Daí a expressão: “Olha o passarinho”, ou seja, atenção na captura da foto.

Olha o Passarinho
Olha o Passarinho

Pagar o Pato – Origem e Significado

A origem da expressão popular “pagar o pato” deu-se por um antigo jogo, realizado nas cidades portuguesas. O jogo consistia em amarrar uma ave – geralmente um pato – num mastro, a qual deveria ser retirada do objeto – pelos jogadores – numa única tentativa. Os jogadores cavalgavam em direção ao mastro e, com um instrumento, tentavam cortar o que quer que amarrava a ave. O indivíduo que não alcançasse o objetivo, deveria pagar – monetariamente – pelo animal sacrificado. Daí a expressão: “Pagar o pato”, ou seja, pagar por aquilo que não deve; assumir responsabilidade por ações realizadas por um grupo.

Pagar o Pato
Pagar o Pato