Atualizações Recentes Página 2 Ativar/desativar aninhamento de comentários | Atalhos do Teclado

  • Vini B Peixoto 1:08 pm em March 4, 2010 Link Permanente | Resposta
    Tags: Aluno, Erros, , , Professor, Punições   

    Dar a Mão à Palmatória – Origem e Significado 

    A origem da expressão popular “dar a mão à palmatória” deu-se por punições de professores aos alunos que cometiam erros, há séculos atrás. Durante a época, era extremamente natural que alunos, após erros, estendessem as mãos para serem atingidas por palmatórias, o temido instrumento de punição utilizado por professores – a palavra palmatória, ao contrário do que muitos pensam, não é derivação de palma (da mão), mas sim, artefato resultante da madeira da árvore palmeira. Daí a expressão: “Dar a mão à palmatória”, ou seja, reconhecer os próprios erros.

    Dar a Mão à Palmatória

    Dar a Mão à Palmatória

    Anúncios
     
    • Tania 8:49 pm em dezembro 6, 2012 Link Permanente | Resposta

      Ai que ódio me lembro ate hoje daqueles professores carrascos que batiam na mao da gente com a regua… Eu odiava aquela megera que era chamada de professora…

    • Carlao 4:05 pm em dezembro 10, 2013 Link Permanente | Resposta

      A palmatória foi um instrumento de tortura da igreja católica durante a inquisição ibérica, as arvores palmas não possuem um lenho apropriado a confecção de palmatorias. E palmada é dada com a palma da mão, essa origem de palmatória não cola porque palmas não servem como madeira pra palmatória.

      • Vini B Peixoto 10:26 pm em dezembro 10, 2013 Link Permanente | Resposta

        Olá, Carlao,

        Muito obrigado pela contribuição com o blog =)

        A informação de que a palmatória é derivada da madeira da árvore palmeira, além da origem da expressão, foi retirada de enciclopédias. Além disso, se consultarmos alguns dicionários online, é possível ver que a origem etimológica da palavra também deriva-se da planta citada (http://pt.wiktionary.org/wiki/palmatória).

        De qualquer forma, muito obrigado pela contribuição =) Sempre que tiver alguma informação sobre expressões populares e quiser compartilhar conosco, não deixe de usar o formulário da página https://expressoespopulares.wordpress.com/compartilhe/

    • Deyvid Aleksandr Raffo Setti 12:33 am em agosto 27, 2015 Link Permanente | Resposta

      Que tal se fosse publicada pelo autor deste blog a origem da expressão idiomática futebolística “Em time que está ganhando não se mexe”. Será uma boa ideia se escrevesses algo sobre a história do ditado.

      Obrigado pela sua contribuição com o blog e espero a próxima vitória da seleção canarinho em 2018 ou 2022. Sei que é interessante saber a origem das expressões idiomáticas só que é menos útil que estudar e/ou aprender sobre história, geografia, demografia, economia, política e cultura dos países.

      De toda a forma, agradeço se for escrever sobre a história do ditado “em time está ganhando não se mexe”, pois esta é uma expressão popular moderna que remonta a uma das primeiras copas do mundo ganhadas pelo Brasil de 1950 até 2002, cabendo-lhe a autoria a um jogador que não me recordo o nome.

    • Manoel Batista 11:24 am em outubro 30, 2015 Link Permanente | Resposta

      Conheci a palmatória, era feita de madeira, tinha um cabo fino e a ponta era larga. Lembro que após as palmadas nas mãos, o aluno ficava de joelho sobre caroços de milho! Essa punição era de acordo com os erros cometidos. Hoje é ao contrário quem leva as palmadas e fica indiretamente nos caroços de milho são os professores ou educadores!

    • nivia 8:58 pm em agosto 23, 2016 Link Permanente | Resposta

      que oror

      • Annie 5:57 pm em outubro 1, 2016 Link Permanente | Resposta

        Por isso que tinha tantos sábios antigamente…hoje em dia ninguém quer estudar mesmo tendo todo o aparato da educação praticamente de graça. Acho que alguns “bolos” como se chamava as palmadas não me fizeram mal nenhum, nem ficar uma revoltada, agradeço as minhas mentoras não me terem deixado ser negligente com o estudo, afinal a caneta é mais leve que a enxada.

    • Felipe 9:36 am em outubro 27, 2016 Link Permanente | Resposta

      legal

  • Vini B Peixoto 3:24 pm em February 26, 2010 Link Permanente | Resposta
    Tags: Escritores, , , Horácio, Quinto Horácio Flaco, Sátiras   

    Falar pelos Cotovelos – Origem e Significado 

    A origem da expressão popular “falar pelos cotovelos” deu-se pela analogia de atos realizados por indivíduos que falam muito, durante uma conversa. Segundo o escritor Quinto Horácio Flaco – numa de suas sátiras -, estes indivíduos tocam o cotovelo das pessoas que os ouvem, chamando-as a atenção para o diálogo. Daí a expressão: “Falar pelos cotovelos”, ou seja, falar excessivamente.

    Falar pelos Cotovelos

    Falar pelos Cotovelos

     
  • Vini B Peixoto 5:41 pm em February 24, 2010 Link Permanente | Resposta
    Tags: Exército, , , Ferrovias, Ferroviária, Marcha, Trilhos   

    Andar na Linha – Origem e Significado 

    Uma das origens da expressão popular “andar na linha” deu-se pela analogia de linhas ferroviárias, no qual os vagões se movimentam apenas se estiverem corretamente sobre trilhos ferroviários. Outra origem da expressão deu-se pela analogia de pelotões em quartéis de exércitos. Durante marchas, os integrantes devem andar – rigorosamente – na linha de marcha, caso contrário, passam por punições. Daí a expressão: “Andar na linha”, ou seja, agir corretamente.

    Andar na Linha

    Andar na Linha

     
  • Vini B Peixoto 3:08 pm em February 22, 2010 Link Permanente | Resposta
    Tags: Bíblia, Egito, , , Pragas   

    Engolir Sapos – Origem e Significado 

    A origem da expressão popular “engolir sapos” deu-se por uma das histórias escritas na Bíblia: As pragas do Egito. Uma das pragas constituía da invasão de milhares de rãs, por todo o território egípcio. Durante a preparação e ingestão de alimentos, lá estavam os anfíbios. Os animais não apenas invadiam os ambientes – cozinhas, quartos, banheiros -, como também os pratos dos habitantes do reino. Daí a expressão: “Engolir sapos”, ou seja, suportar situações desagradáveis sem qualquer manifestação.

    Engolir Sapos

    Engolir Sapos

     
  • Vini B Peixoto 6:33 pm em February 20, 2010 Link Permanente | Resposta
    Tags: 0 Killed, , , Guerra, Guerra de Secessão, Nenhuma Morte   

    Ok (Okay) – Origem e Significado 

    A origem da expressão popular estadunidense “ok”, mundialmente conhecida, deu-se durante a Guerra de Secessão, nos Estados Unidos. Durante o conflito, quando não havia nenhuma morte numa tropa, os soldados, inicialmente, escreviam “0 Killed” – nenhuma morte – numa placa, expressando a grande satisfação do grupo. Após algum tempo, escreviam apenas as iniciais da frase: “0K”, muito similar, visualmente, à “ok”. Daí a expressão: “Ok”, ou seja, tudo bem; muito bom.

    Okay

    Okay

     
  • Vini B Peixoto 10:50 am em February 19, 2010 Link Permanente | Resposta
    Tags: Burro, , , Paróquia, Vigário   

    Conto do Vigário – Origem e Significado 

    A origem da expressão popular “conto do vigário” deu-se no século XVIII, numa disputa entre vigários das paróquias de Pilar e Conceição. Os vigários deveriam decidir a paróquia onde uma imagem esculpida, de Nossa Senhora, ficaria. Um deles propôs que a imagem fosse amarrada num burro, que seria deixado entre as duas paróquias. A direção que o burro fosse definiria a paróquia, cujo a escultura pertenceria. Certo tempo após a disputa e vitória da paróquia de Pilar, descobriram que o animal pertencia ao vigário de Pilar.  Daí a expressão: “Conto do vigário”, ou seja, falcatrua, fraude, estelionato, entre outros sinônimos.

    Conto do Vigário

    Conto do Vigário

     
  • Vini B Peixoto 10:00 am em February 18, 2010 Link Permanente | Resposta
    Tags: Barba, Barbeiro, Cabelo, ,   

    Motorista Barbeiro – Origem e Significado 

    A origem da expressão popular “motorista barbeiro” deu-se após o início do século XV, por ações ocorridas no século anterior. Barbeiros, no século XIV, não apenas realizavam o corte e tratamento de cabelo e barba, mas também extraiam dentes, removiam calos e unhas, entre outros. Geralmente, os serviços deixavam consequências desagradáveis aos pacientes. No século XV, a expressão “barbeiro” era atribuída à qualquer atividade mal executada. Passando-se o tempo, ela foi relacionada à motoristas.  Daí a expressão: “Motorista barbeiro”, ou seja, mau motorista.

    Motorista Barbeiro

    Motorista Barbeiro

     
  • Vini B Peixoto 11:21 am em February 17, 2010 Link Permanente | Resposta
    Tags: Aquiles, , , Mitologia, Mitologia Grega, Tétis, Troia   

    Calcanhar de Aquiles – Origem e Significado 

    A origem da expressão popular “calcanhar de aquiles” deu-se por uma das histórias da mitologia grega. Tétis, mãe de Aquiles, desejava tornar seu filho indestrutível, preparando-o para as futuras guerras. Tétis mergulha o garoto num lago mágico, segurando-o pelo calcanhar. Durante a guerra de Troia, Aquiles é atigindo em seu calcanhar, o único lugar onde não havia proteção alguma, e é derrotado. Daí a expressão: “Calcanhar de aquiles”, ou seja, o ponto fraco de um indivíduo.

    Calcanhar de Aquiles

    Calcanhar de Aquiles

     
    • wanessa 6:29 pm em setembro 10, 2015 Link Permanente | Resposta

      orrivel

    • Ives 3:30 pm em setembro 19, 2015 Link Permanente | Resposta

      Vlw Hein Ajudou mt 😀

    • Player sombra 11:12 am em agosto 30, 2016 Link Permanente | Resposta

      ARICATO

    • Gleison 6:43 pm em março 23, 2017 Link Permanente | Resposta

      Bacana a explicação, faz sentido, não achei horrível não, quem sou eu para contradizer um História, a não ser que tenha uma explicação mais convincente e compatível com a época, como não tenho, valeu mesmo. rsrsrs

    • João dos santos 4:47 pm em abril 1, 2017 Link Permanente | Resposta

      Totalmente correto. Acabei de assistir o filme Tróia e a istoria é igual ao filme assistido.

  • Vini B Peixoto 11:02 pm em February 16, 2010 Link Permanente | Resposta
    Tags: Arrecadação, , , , Salário   

    Fazer Vaquinha – Origem e Significado 

    A origem da expressão popular “fazer vaquinha” deu-se na década de 1920, quando jogadores de futebol não recebiam salário algum. As torcidas dos times reuniam-se e arrecadavam toda verba possível para premiar os jogadores de seus clubes. A arrecadação era popularmente relacionada com o jogo do bicho, cujo o maior prêmio representava uma vaca. Daí a expressão: “Fazer vaquinha”, ou seja, arrecadar o máximo em recursos monetários, para um fim específico.

    Fazer Vaquinha

    Fazer Vaquinha

     
  • Vini B Peixoto 11:19 pm em February 15, 2010 Link Permanente | Resposta
    Tags: Cartolas, Crise, , , Palmeiras, Pizza   

    Acabar em Pizza – Origem e Significado 

    A origem da expressão popular “acabar em pizza” deu-se à crise palmeirense da década de 1960. Cartolas do time paulista reuniram-se e discutiram por aproximadamente 14 horas seguidas! Após a longa discussão, todos, com muita fome, foram até uma pizzaria, beberam muito chope e pediram 18 pizzas enormes! Após isto, a paz reinou absolutamente! O jornalista Milton Peruzzi, após o episódio, escreveu uma matéria cujo o título era: “Crise do Palmeiras termina em pizza. Desde então, o termo se popularizou.  Daí a expressão: “Acabar em pizza”, ou seja, julgamento de escândalos, sem nenhuma punição; geralmente políticos.

    Acabar em Pizza

    Acabar em Pizza

     
c
escrever novo post
j
post seguinte/ comentário seguinte
k
post anterior/comentário anterior
r
Resposta
e
Editar
o
mostrar/esconder comentários
t
voltar ao topo
l
vá para login
h
mostrar/ocultar ajuda
shift + esc
Cancelar